Operações Estruturadas

Trabalhamos com operações estruturadas no Brasil e exterior.

No Brasil:

  • Bancos de Estruturação, Investimento, Desenvolvimento e Project Finance;
  • Fundações & Fundos => Estruturamos FIDCs & Outros Fundos;
  • Antecipação de Recebíveis / Contratos (inclusive de entregas futuras de imobiliárias);
  • Capital de giro & Financiamentos em geral;
  • Estruturação de Operações para Compra de Terrenos, Infra-estrutura e Construção;
  • BNDES; FUNDAP; FINEP & Outros Afins.

No Exterior:

  • Compra de créditos de carbono;
  • Financiamento de Infra-estrutura & Saneamento básico;
  • Financiamento Especial para Educação & Saúde;
  • Financiamento de Projetos (Project Finance);
  • Capital de giro;
  • DEG & IFC;
  • Bancos de Investimento & Desenvolvimento;
  • Fundos de Investimento & Outros Afins.

Linhas Externas

Investimentos:

  • Fontes: IFC, DEG, FMO (podem ser consorciadas com BNDES),
  • Prazos: superiores a 7 anos;
  • Juros: entre 7 e 9% aa + variação cambial conforme rating da transação; (é possível realizar swap para Reais);
  • Equity: é possível;
  • Objetivo: Investimentos realizados por empresas locais.

Equity (M&A, inclusive LBO) e Mezzanine Loan (Investimentos e capital de giro).

  • Fontes: Darby, EMP;
  • Prazos: superiores a 8 anos;
  • Juros + variação cambial acrescidos de ganho de capital que será definido caso a caso; (é possível realizar swap para Reais;
  • Objetivos: Viabilizar capital de giro, investimentos e M & A (inclusive LBO).

Financiamento de importação, exim (USA), exportação, short term loans e forfaiting (off balance).

  • Fontes: Bancos internacionais, BES, UPS e Bancolombia;
  • Prazos: a partir de 30 dias;
  • Juros: de mercado;
  • Objetivos: trade finance e capital de giro.

 

CRI

Estruturacão imobiliária através do C.R.I.:   

  • Empresa transfere imóvel para uma SPC patrimonial; Empresa constitui contrato de aluguel com SPC com prazo e valor de pagamento semelhantes as condições da securitizacão a seguir; SPC emite um C.R.I. com lastro dos alugueis utilizando o valor presente para liquidar a “aquisição” do imóvel. Fontes: Mercado de capitais, assets, fundos de pensão e privados; Off balance onde o Rating da operação é mitigado pela estrutura; Prazo da operação: entre 10 e 12 anos; Custos: IGPM + Juros + estruturacão, despesas legais, ITBI, escritura e registro de aproximadamente; Benefícios fiscais decorrentes do custo de locação ser lançado como despesa, portanto dedutível do imposto de renda, existindo também benefícios fiscais proporcionados pela colocação do C.R.I ( exemplo: Investidores pessoas físicas são isentos do IR )  
  • Leasing internacional, local, lease back:
  • Objetivos: investimentos e alongamento de dividas com impactos fiscais favoráveis. Bens arrendáveis: maquinas e equipamentos; Juros: mercado; Prazos: entre 3 e 5 anos; Fontes: companhias internacionais de leasing;

 

Fundos de Recebíveis

    Fundos de Recebíveis para empresas e Fundos de Recebíveis imobiliários para desenvolvimento de projetos construtivos, loteamentos e locação de imóveis.

    FIDC's para antecipar recebíveis e contratos a performar.

Objetivos:

  • Venda de recebiveis performados para obtenção de recursos, redução do risco da carteira, melhoria do EVA, gestão comercial (negociacão de prazos).
  • Fundo, Single obligor, compra de créditos de fornecedores de um único grupo econômico, melhorando relação dos custos financeiros entre as partes onde o sacado pode se beneficiar ao aplicar a taxas superiores aos CDBs bancários e os cedentes da isenção de IOF e CPMF característica do produto.
  • Securitizacão de contratos a performar, estruturacão caso a caso conforme características de cada contrato.
  • Nas debêntures a avaliação será do risco de crédito corporativo.
  • Fundos de direitos creditórios “Exclusivos” e debêntures: 
  • Fontes: Mercado de capitais, assets e fundos privados;
    • Pazos caso a caso;
    • Custos: estruturacão, distribuição e juros definidos conforme rating da estrutura e ou do tomador;
    • Fontes: Mercado de capitais, assets, fundos de pensão e privados.

 

Linhas para Agricultura, Indústria, Comércio e Serviços

  • Aquisição de Máquinas e Equipamentos;

  • Implantação de Novos Projetos;

  • Aquisições de Empresas;

  • Capital de Giro, e Outros.

 Taxa de Juros Competitivos: Existem operações de até 7,5% a.a. para agricultura e 10,5% a.a. para indústria, comércio e serviços;

 Liberação : 16 a 24 semanas

 Garantias: Imóveis Rurais ou Urbanos;

 Obs: Necessário apresentar Plano de Aplicação dos Recursos (Projeto);

      Relacionar débitos tributários, protestos ou ações, se existentes (isto não impedirá o Financiamento).

Pesquisar no site

Contato

FF Consult ® Phone #5511# 4025.3878.
Mobile #5511# 98235.0118
Mobile #5511# 98354.3392

Consultoria Financei ra

  1. Captação de Recursos Internos;

  2. Capital de giro;

  3. Financiamento de máquinas;

  4. Empréstimos com garantia de imóveis;

  5. BNDES - Repasse (empréstimos abaixo de 10 milhões de reais);

  6. BNDES – Direto (Empréstimos acima de 10 milhões de reais);

  7. BNDES – FINAME;

  8. BNDES - Capital de giro;

  9. Fomento à produção;

  10. Fomento de Capital de Giro – (duplicatas/faturas/mercadorias);

  11. Linhas de crédito em bancos comerciais brasileiros;

  12. Empréstimos Internacionais;

  13. Financiamentos internacionais para desenvolvimento de projetos;

  14. Empréstimos Internacionais de bancos estrangeiros.

BNDES

   Fonte: BNDES;

  • Prazos: acima de 3 anos;
  • Juros: TJLP + spread básico do BNDES + spread do agente financeiro quando houver, que serão definidos conforme cada programa e setor de atuação; ou Cesta de moedas + spreads para empresas estrangeiras (existem segmentos incentivados passiveis de tomarem recursos em TJLP + spreads);
  • Objetivo: projetos de investimentos de novas plantas, expansão, modernização, pesquisas (linhas com custos especiais) e inovação (linhas com custos especiais);

Outras possibilidades:

  • O BNDES disponibiliza linhas de capital de giro para empresas com faturamento anual até R$ 300 MM desde que não ultrapasse 10% deste faturamento e que corresponda a somatória dos investimentos realizados nos últimos 3 anos.
  • BNDESpar participa através de equity com objetivo de auxiliar o desenvolvimento de empresas locais através do mercado de capitais pelo novo mercado.